Anime

Akatsuki no Yona, the girl standing in the blush of dawn

08:00


Uma pausa para eu respirar... QUE ANIME MARAVILHOSO.

Eu demorei muito para escrever esta resenha, pois a vontade que eu tenho de falar absolutamente tudo sobre, sentar e ter uma longa conversa sobre como esse shoujo me encantou. Mas é claro que haveria muitos e muitos spoilers, por isso adiei esse post. Precisava pensar bem no que ia escrever. E, devo acrescentar, não foi fácil. Então, senta e respira que lá vem história.

Yona é a protagonista deste anime. Inicialmente eu não gostei dela e fiquei um pouco incomodada se a história iria ou não agradar o suficiente, pois ela é uma princesa, do tipo mimada e irritante, que ninguém suporta. Seu pai, o Rei Il, é do tipo bondoso, que não curte conflitos e não suporta armas, é conhecido como um Rei covarde.


Yona tem Son Hak ao seu lado, conhecido como o Demônio Relâmpago, por suas habilidades de combate, ele é chefe da tribo do vento e guardião da princesa. Soo Won é o primo da Yona e amigo do Hak, os três cresceram juntos e se tornaram grandes amigos, mas Hak gosta da Yona, a Yona gosta do Soo Won e esse último parece ser um amor mutuo.


Hak aceita seu destino de que não terá a garota e deseja que Soo Won se torne rei e viva feliz com Yona sob a proteção do próprio Hak, fofo né? Até seria fofo se Soo Won, o homem mais gentil de todo o reino não decidisse matar o rei e usurpar o trono para si. WHAAAT? Isso não é spoiler, e sim um gatilho para iniciar essa trama, tanto que ocorre logo no primeiro episódio e com esse ocorrido Yona e Hak precisam fugir.


Agora, a princesa mimada terá que lidar com a morte do pai enquanto tenta sobreviver. Hak leva a Yona para a tribo do vento, passados um tempo por lá o avô dele sugere que os dois partam em busca de um sacerdote chamado Ik-Sun. Chegando ao sacerdote ele conta a princesa uma profecia, que diz:

“A escuridão caiu sobre a Terra.
O sangue dos dragões vai reviver mais uma vez
E o pacto antigo será mantido.
Quando os quatro dragões se reunirem
A espada e o escudo que protegem o rei devem despertar…
E o dragão vermelho deve restaurar o amanhecer no fim”.

Após ouvir a profecia, Yona, Hak e agora, Yun (morava com o sacerdote) partem numa jornada para encontrar os quatro dragões guerreiros e, assim, recuperar o trono que lhe fora roubado. Aos poucos, vamos conhecendo a história de cada dragão, em paralelo, vemos um pouco o lado do Soo Won como novo rei. E também vemos a evolução da personagem principal, de uma menina fútil e mimada, para uma guerreira que todos admiram e querem seguir.

Os dragões são todos fofos e maravilhosos (tudo é maravilhoso nessa história, socorro). O primeiro a ser apresentado é o Hakuryuu (Dragão Branco) chamado Ki-ja, ele tem o poder na sua mão direita, ela é enorme e extremamente forte, em sua aldeia era muito mimado e esperava ansioso para que a profecia se cumprisse. 


O segundo dragão a ser apresentado é o Seiryuu (Dragão Azul) chamado Shin-ah, seu poder está nos seus lindos olhos, ele enxerga a distância e pode matar apenas com o olhar, mas ao usar seu poder ele também é atingido, ficando paralisado por um certo tempo. Shin-ah teme usar o seu poder então mantem seus olhos maravilhosos escondidos sob uma máscara. Seu passado é o oposto do Ki-ja, você ouve sua história e sente vontade de pegá-lo e levar pra casa, haha. Junto dele, conhecemos o Ao, seu esquilinho incrivelmente fofo e que dá vontade de morder.


O terceiro dragão, e um dos meus favoritos, é o seduzente Ryoukuryou (Dragão Verde) chamado Jae-ha, seu poder está em uma de suas pernas, o que lhe permite dar grandes saltos que o faz parecer que voa. Jae-ha é mulherengo e vive como um pirata, ele é o único dragão que se recusa a seguir a profecia, mas sua admiração por Yona faz com que se junte ao grupo. 


E por fim, mas não menos importante, o Ouryuu (Dragão Amarelo), conhecemos Zeno de uma forma completamente "aleatória", coloco entre parenteses pois é essa a impressão que o anime dá, mas no mangá não é bem assim. Prefiro não revelar seu poder, de todos, acho que é a história mais triste e seu poder pode ser considerado o melhor ou o pior, quem ler o mangá vai entender. Apesar de que, saiu um OVA em que mostra a história dele também. Ah! O Zeno é um fofo, divertido e bem humorado, ele também é todo educadinho, quero todos eles pra mim. Inveja da Yona.


O melhor shoujo que eu já vi até agora, assisti várias vezes, fiz meu namorado (que não curte animes) assistir e ele gostou, minha prima (até gosta, mas não vê muito anime) amou, e também se apaixonou pelo meu Hak (meu, meu, só meu). Não tem erro, veja e depois me agradeça pela indicação, haha. 


Recomendo assistir o anime e correr para o mangá, ainda está em lançamento, mas já está bem na frente do anime. E torça, torça muito para uma segunda temporada, ele merece, eu mereço e todos que amam essa série merecem!

Pessoal

As metas de fim de ano, o que espero para 2017

08:00

Ano passado fiz um post todo motivacional do que eu faria em 2016, metas para o meu bem-estar, nada muito material e tudo o mais e agora aqui vai a lista das coisas que cumpri.

  • nada, nada e nada;
  • mais um pouco de nada.

É a bendita frase do "faça o que eu digo, não o que eu faço", não é mesmo?

  • cuidar melhor da minha saúde física e mental;
Consegui fazer isso por um período muito curto da minha vida. Onde parei de comer tanta porcaria e comecei a me exercitar, mas aí não tratei a parte mental e ansiedade pegou de jeito, desisti de tudo e voltei a comer loucamente. Passei a sentir mais sono que o normal, ou seja, cada tempinho livre que tinha eu queria dormir, dormir e dormir.

  • melhorar minha convivência com as pessoas;
Não consegui melhorar isso também. A verdade é que eu briguei mais do que tentei me acertar com as pessoas. Em alguns casos foi muito bom, como se eu tivesse me livrado de um câncer. Tem pessoas que estão na sua vida só pra te deixar mais doente. Mas tem gente que pode ser a cura... então...

  • me preocupar menos com as coisas;
Nem cheguei perto de conseguir essa. As coisas que faço, as coisas que as pessoas dizem, ainda me afetam de maneiras que eu nem consigo comentar. O que me leva ao próximo tópico que não deu certo.

  • reclamar menos da vida;
  • aprender a aproveitar mais o momento;
Não diria que não aproveitei, mas na maior parte do tempo eu não conseguia relaxar por estar pensando ou na faculdade ou em algum problema banal (ou não).

  • não gastar dinheiro desnecessariamente (fiz muito isso esse ano e me arrependi);
Posso dizer que esse foi o mais perto de cumprir. Mas é porque a grana estava bem curta este ano, mas ainda assim, gastos com comida foram demais. E não falo "comida pra sobreviver", sair pra comer fora o tempo todo, a maioria ou 99,9% dos casos foi meu namorado quem pagou, mas a culpa é minha também, então...

2016 representando em música seria Ódio da banda Luxuria, quando deveria ser Morada da banda Forfun. Ok, talvez nem tanto. Mas a letra de Morada eu quero levar pra vida.

Faço de mim
Casa de sentimentos bons
Onde a má fé não faz morada
E a maldade não se cria
Me cerco de boas intenções
E amigos de nobres corações
Que sopram e abrem portões
Com chave que não se copia
Observo a mim mesmo em silêncio
Porque é nele onde mais e melhor se diz
Me ensino a ser mais tolerante, não julgar ninguém
E com isso ser mais feliz
Sendo aquele que sempre traz amor
Sendo aquele que sempre traz sorrisos
E permanecendo tranquilo aonde for
Paciente, confiante, intuitivo









Para 2017 eu continuo com a mesma lista em mente. Já vou comecei a cuidar de umas coisas, como saúde mental, viver bem comigo mesma primeiro, para depois conviver melhor com as pessoas.

Outra coisa que eu gostaria, voltar a desenhar. Eu desanimei este ano, fiquei sem tempo para praticar e quando fui tentar... era como se eu tivesse voltado ao nível 1, desenhos de palitos, haha. Acabei desistindo, mas sei que é só praticar um pouco todos os dias que eu volto a forma e posso continuar a melhorar.

No mais, eu não tenho muitos planos. Além disso, algumas coisas a gente guarda só para nós e deixa pra contar quando der certo. Então, se alguma coisinha do que eu pensar aqui for realmente acontecer vocês irão saber.

Vocês têm algum plano para 2017 que queiram compartilhar? Conte-me! E feliz ano novo à todos!

{}

Mais acessados

Curta no Facebook

Twitter