Mangá

Sabaku no Harem: Adoria ser sua esposa legal, Kallum

08:00

Sabaku no Harem

Título: Sabaku no Harem 砂漠のハレム
Título alternativo: Harem in the dessert
Autor: Yumeki Mitsuru
Volumes: Desconhecido. Em laçamento.
Público alvo: Shoujo
Gênero: Comédia, Drama, Histórico, Romance.

Em um tempo onde os homens governavam não era fácil ser mulher. Mas Mishe não vai aceitar essa condição de cabeça baixa, nananinanão — ela vai lutar.

Sabaku no Harem - Mishe and Kallum

Sabaku no Harem é mais um mangá shoujo que estou amando ler. Ele é muito fofo, tem traços lindos e uma história muito divertida de se acompanhar. Logo de início conhecemos a personalidade forte e bondosa de Mishe. Após discutir com o príncipe na rua, a garota acaba sendo levada ao palácio para se tornar a 30ª concubina do terceiro príncipe de Jalbara, Kallum.

Mishe odeia a realeza. Os nobres usam as mulheres como ferramentas de poder. E não é muito diferente com o príncipe Kallum. No entanto, as mulheres que entram para o Harém, geralmente são damas da classe alta ou que possuam algum talento. Mishe era uma ex-escrava, pobre e que, à primeira vista, não possuía talentos.

O príncipe Kallum é diferente dos outros membros da realeza. Como Mishe está sempre na defensiva ele quer mostrar isso a ela. E aos poucos um vai conquistando o coração do outro. Ela, por ver como o príncipe é um ser bondoso, capaz de sentir empatia e querer ajudar até mesmo as mulheres.

Sabaku no Harem - Mishe and Kallum

Ele, por ficar encantado com a força e rebeldia da pequena Mishe. Além da sua beleza e doçura. Apesar de ter várias concubinas, o príncipe só pode ter uma esposa legal. E quem vocês acham que será a escolhida?

Eu sou suspeita para julgar, pois adoro esses romances fofinhos, mas Sabaku no Harem conseguiu fazer meu coraçãozinho palpitar a cada página. O príncipe Kallum, apesar de ainda ter um certo controle sobre ela, é um fofo. Essa história me lembrou muito Kuro Hakushaku wa Hoshi o Mederu (sim, eu decorei esse nome).

Desde o inicio os sentimentos do príncipe com relação à Mishe são muito claros, ele está sempre jogando um charminho para cima dela, beijando-a, declarando-se… Mas Mishe interpreta isso como “ele está só brincando comigo, não é sério”, e, apesar de gostar dos toques dele, ela fica tão envergonhada que precisa fugir o tempo todo dele. O que torna a história um pouco frustrante, mas também cômica - ela sai correndo e ele vai atrás. Essas situações fofas+cômicas são bem parecidas com o que ocorre entre o Leon e a Esther (de Kuro Hakushaku wa Hoshi o Mederu). Mas a Mishe é muito mais divertida. Ela tem mais atitude.

Sabaku no Harem - Mishe and Kallum

Se você gosta de um romance leve, adorável, com traços bonitos e situações engraçadas, então Sabaku no Harem é para você.

Gostou da indicação? O que achou do mangá, leria? 
Estou aceitando sugestões de mangás fofinhos para ler, viu?





Mais acessados

Curta no Facebook

Twitter

//]]>