A Mão Esquerda de Deus

13:34











Pra quem curte histórias da era medieval, guerras e religião, massa! Você vai curtir essa incrível história. Mas pra quem não curte, acredito eu, que não vá parecer tão interessante quanto foi para mim.

Como posso dizer, religião é um assunto muito polêmico da qual não gostaria de me envolver com vocês, mas sou uma pessoa muito curiosa, admito, e dentre as minhas “curiosidades” histórias que envolvem anjos e demônios me instiga a querer ler.

Não tinha ideia do que se tratava o livro “A Mão Esquerda de Deus”, mas pelo título já dá para fazer algumas associações. A primeira coisa que me veio à cabeça foi o livro “A Batalha do Apocalipse - Da Queda dos Anjos ao Crepúsculo do Mundo” do brasileiro Eduardo Spohr que por sinal, é muito bom.

Primeiramente, as capas são lindas tenho um sério problema com cores sombrias, mas a capa original, eu simplesmente adorei. As cores, a diagramação, a tipografia, os elementos. Quem o fez está de parabéns!

A história se passa em torno de um garoto, seu nome é Thomas Cale, pelo menos foi esse nome que deram, pois todos os meninos do Santuário dos Redentores recebem um novo nome assim que chegam. Esse Santuário nada mais é do que uma representação da Igreja Católica, no lugar de Jesus Cristo existe o Redentor Enforcado, que está lá para mostrar como os humanos são pecadores e que nunca devem esquecer disso.

O Santuário é habitado apenas por garotos, que são levados muito jovens e contra a sua vontade. Lá são treinados para lutarem contra os Antagonistas. Suas vidas são péssimas, comem mal, treinam muito, apanham por qualquer motivo, é uma tortura atrás da outra, eu me senti um pouco mal lendo.  Tudo é pecado, tudo é motivo para esporro.

Não é um livro tão tranquilo, mas as coisas mudam quando Cale e seus dois amigos, Henri Embromador e Kleist escapam da fortaleza levando consigo uma garota - você disse garota? - pois é, sabe aquele negócio de “hora errada, lugar errado”? (Nunca sei a ordem) É mais ou menos assim que acontece.

De acordo com o livro o Santuário é um lugar superprotegido, os acólitos que conseguiam fugir sempre eram capturados e punidos na frente de todos, mas a diferença de Cale para os outros é que ele não se importa, não teme a nada, é inteligente e tem apenas 14 ou 15 anos (idade é uma coisa que não se sabe ao certo também), Cale tem algo em especial que os outros meninos não possuem.

Tenho que admitir, eu ri em alguns trechos, rola um romancezinho no meio da história, nada que mude o foco principal. O que você acha que meninos que NUNCA viram uma mulher na vida pensam ao vê-las pela primeira vez? Deixo na imaginação de vocês.






Você pode gostar também

10 comentários

  1. Bem, eu não gosto muito de capas sombrias, então esse livro não me chamou a atenção, logo de cara. É claro que o título me intrigou, mas nunca me interessei. A história, do jeito como você contou, parece boa, mas acho que não seria uma leitura tão boa para mim, pelo menos não nesse momento. Ainda mais por você dizer que não é tão tranquilo, tenho quase certeza que eu iria remar um pouco pra continuar a leitura.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sou meio assim "remar um pouco para continuar a leitura". Apesar de eu gostar deste gênero, admito que não é o meu favorito e acabo demorando mais. Tô a décadas tentando terminar A Guerra dos Tronos ainda. Mas tenho fé que vou terminar, não gosto de pegar um livro e não finalizar haha.

      Um beijo.

      Excluir
  2. tenho um amigo que tem esse livro, mas nunca me interessei de verdade pra ler, apesar de ter curtido a capa e talz... Não sei explicar bem, mas de cara a tem´patica não me atraiu... não sei se algum dia darei uma chance pra ele... At´q eu gosto de livros com pegada medieval, mas a sinopse realmente não me 'cativou'... =/
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai do gosto de cada um, como você disse que gosta de histórias com pegada medieval dava pra dar uma chance, haha. Agora se não gosta, não tem jeito mesmo. Beijo.

      Excluir
  3. Ai meu Deus kkkkkkk confesso que ri lendo seu texto, mas é como você disse, quem gosta de histórias medievais vai amar e eu ADORO histórias medievais, então.. Eu me lembro de ter visto um filme (não lembro o nome) de um lugar macabro assim também que parecia uma escola, mas tudo era motivo pra machucar os alunos e eles eram treinados como se fossem soldados.. confesso que também fico incomodada com esse tipo de história, mas mesmo assim me interesso. Quem sabe depois que eu terminar minha fila de livros que ainda tenho para ler, eu consiga pegar esse pra matar a curiosidade.. beijos!

    Mutações Faíscantes da Porto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou aqui pensando em que parte você riu haha. Puts, lembra aí guria e me passa. Acho que vou dar uma pesquisada para ver se encontro. Quando ler, me conta o que achou, tá? ;)
      Beijos.

      Excluir
  4. Oi Mariana a sua resenha me lembrou um filme chamado Hitman,
    a temática é bem semelhante com a desse livro, até nessa parte da mulher e tal,
    o cara é celibatário tipo um padre e a guria passa o filme todo se insinuando
    mas ele a ignora, é como se não tivesse desejo sexual. Se não me engano esse
    filme surgiu a partir de um jogo, pode ser que tenha haver com o livro, mas realmente não sei. Eu particularmente curti muito esse filme que citei, então eu apostaria no livro também.
    Beijos, ♫ Conversas de Alcova ♫

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh eu assisti e joguei Hitman, na verdade, eu não vi semelhança nas histórias. Mas também não me lembro muito bem de Hitman. Os meninos do santuário não sentem desejo por não conhecer mulheres, mas estes que fugiram não só sentem desejo, como agem pelo prazer também. É bem legal, se por um acaso ler, me diz o que achou ;)

      Excluir
  5. Estou namorando esse livro a muito tempo!!! Esperando o box com a trilogia
    estar mais em conta para poder comprar. Adoro histórias assim.
    A Batalha do Apocalipse é bom demais. Me pergunto se você já leu as outras
    duas publicações dele que expandem a o cenário criador pelo autor.
    Beijos

    <a href="http://academialiterariadf.blogspot.com.br/>Academia Literária DF<a/>

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou ansiosa para ler a continuação, também estou esperando uma promoçãozinha, pois já estou com muitos livros pendentes para ler.
      Eu realmente gostaria de ler os outros livros do Eduardo, porém não tive oportunidade ainda (R$) haha! Mas pelo visto, deve ser tão bom quanto. Eu quero!
      Beijos.

      Excluir

Mais acessados

Curta no Facebook

Twitter

//]]>