Em busca da memória perdida.

09:06


Eu procurei. Por muito tempo eu tentei. E agora que encontrei não sei o que fazer, pensamentos invadem minha mente, torturando meu coração com lembranças tão doces que chega a doer. 

Um campo cheio de margaridas, tão belas e tão vivas. Mas o que eu gostava mesmo estava mais a frente, uma linda cachoeira que caia num pequeno lago que com a luz do luar brilhava de uma maneira sobrenatural. 

Mas eu estava sozinha. Um lugar lindo que antes fora refúgio de dois amantes, agora não passava de uma doce lembrança do que não voltaria mais.

Fal, era como eu o chamava, ele era tão belo, como um anjo, um serafim. Levava-me àquele lugar mágico, carregava-me em seus braços, fortes e protetores. Para que juntos pudéssemos nos amar.


Sentei-me ao chão e olhei para o céu, a lua estava enorme e brilhante. Este é o horário em que eu mais gostava e mais odiava, era nessas horas que nos encontrávamos. 

Algo escorreu meu rosto, quente e incontrolável. Como eu o queria ali e agora. Não precisava dizer nada. Olhar em seus olhos acinzentados e tão gentis. Era o que eu precisava para aquecer novamente meu coração. 

- Falkenner, onde está você? – Sussurrei para o vento, desejando que ele escutasse.

É claro que ele não veio. Não importa o quanto eu desejasse ou precisasse. Por mais puro que fosse seu coração ele jamais viria. 

As primeiras gotas de chuva começaram a cair, levantei rapidamente, precisava me abrigar. Levei muito tempo para encontrar esse lugar, não queria ir embora agora. Não estava pronta para desistir dessas lembranças. 

Adormeci abaixo de uma árvore enorme, ela me protegeu da chuva, mas não do frio, procurei algo em minha bolsa para me aquecer e ali mesmo adormeci. Nem preciso falar que nesta noite sonhei com asas. 

"E a maioria das minhas memórias fugiram de mim ou se confundiram com sonhos" John Mayer

Você pode gostar também

20 comentários

  1. Tenho que admitir que quase chorei. Fiquei com um nó na garganta especialmente porque meu amor foi estudar nos EUA e me sinto sozinha demais. Pelo que me passou a história não se trata disso, mas é uma dor com um pouco de semelhança.

    http://www.casacafeina.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn! Fico feliz que tenha te tocado de certa forma e triste também. Realmente não tem, mas ao mesmo tempo tem. Depende de quem lê e a dor que sente, como você mesma disse. Espero que ele volte logo, é ruim demais ficar longe!

      Excluir
  2. Olá Mariana! Quanto sentimento 'entalado', quanta coisa por dizer..... Menina cadê o Falkenner???????????????????? Lindo texto, transmite muita veracidade para as palavras. Você tem talento, menina, vá fundo e o explore. bjs
    www.amorascompimenta.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei onde ele está também D: haha!
      Muito obrigada! Fico muito feliz em saber disso ♥

      Excluir
  3. Marina, que texto fofinho.
    Sentimento à flor da pele.
    Parece com a música do Baleiro.
    Sofrido e poético.
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, espero que goste da continuação também ♥

      Excluir
  4. Que texto lindo e ao mesmo tempo tão triste.. pela foto creio se tratar da sua própria história de amor <3 Extremamente poético! Espero que encontre seu anjo logo.

    Mutações Faíscantes da Porto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha! Obrigada, mas não é minha história de amor!
      Mas espero que ela (personagem) encontre seu anjo logo!

      Excluir
  5. Tenho mais do que certeza que tem algo por trás desse texto, de qualquer forma, espero qeu esteja bem. Palavras sabias.
    Até

    jamilsonoliveira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe né, é sempre um mistério! Muito obrigada! Beijos.

      Excluir
  6. Adorei o texto, transmite uma nostalgia encantadora,
    Adorei a maneira como você escreve, quero ler a continuação.
    Conversas de Alcova ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Kris!!! ♥
      Espero que goste da continuação!
      Beijos.

      Excluir
  7. Adorei a forma como você escreve, devia pensar em fazer algo maior hein? Achei o texto lindo, me levou até o momento.

    Beijos,
    www.carolespilotro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah é mesmo? Que linda, muito obrigada! Fiquei muito feliz agora! ♥

      Excluir
  8. Adorei o texto!! Espero me surpreender mais com a continuação!!!

    tem post novo!!! www.f-ireflies.blogspot.com ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!! <3
      E eu espero te surpreender, hehe!

      Excluir
  9. Que lindo este texto, dizem que o amor verdadeiro doe e eu não sei se é verdade mas sei que os sentimentos mais profundos são aqueles que perduram e deixa saudade.. espero que seu amor volte logo ..bjss
    http://florroxapoemasepoesias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe né, eu também acho. Qualquer coisa sem sofrimento acaba não tendo valor. Apesar que seria bom se não houvesse sofrimento, não é mesmo?

      Excluir
  10. A saudade e vontade de alguém que não está alí dói demais...o amor é uma dor inexplicável... não sabia que doia tanto até sentir...
    Beijos e beijos^.^
    http://thathabulle.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre assim, é preciso sentir para saber como é!

      Excluir

Mais acessados

Curta no Facebook

Twitter

//]]>