Conheça: Tim Minchin

08:00

Conheci Tim Minchin através do meu irmão, de início eu não dei muita atenção. Musicalmente falando, não tinha gostado tanto assim. Mas depois, ouvi com mais atenção, prestei atenção nas letras e só pude pensar que esse cara tem que ser muito inteligente e um tanto quanto ousado. Agora posso dizer que gosto muito do conteúdo produzido pelo cara.



Já faz tempo que eu quero apresentá-lo aqui no blog, mas o receio de que algumas pessoas possam se ofender era grande demais. Pensei muito, muito, muito mesmo se deveria ou não escrever sobre ele. Daí pensei "ah! nem todas as músicas dele possui uma letra tão forte assim, posso escolher as mais sussas" e por isso estou aqui.

Quando me referencio a "pesado" quero dizer as críticas à religião, principalmente. Serei sincera em dizer que eu não tenho uma religião, tento respeitar o máximo que posso. Sei que muita gente poderia se ofender com algumas letras, tipo "Good Book" que fala sobre a Bíblia. Pra mim, não deixa de ser verdade o que ele diz, mas vou deixar a critério de vocês saberem mais ou não a respeito sobre essas letras em particular. Outro ponto, são os "palavrões". 

Se alguém aqui já leu a página "sobre" do blog, vai ver que tem escrito GING quando falo sobre mim, esse é um apelido que ganhei de uma colega de trabalho por conta da música Prejudice,  que fala sobre preconceitos, mas um preconceito especifico. Dê uma checada na letra.


Em nossa moderna sociedade livre
Existe uma palavra que ainda é um tabu
Uma palavra com uma terrível história
de ser usada para abusar, oprimir e subjugar.
Apenas seis letras aparentemente inofensivas
arranjadas de maneira a formar uma palavra
Com mais poder dos que os pedaços de metal,
que são forjados para produzir espadas

Tim Minchin é humorista, logo a maioria das suas músicas são carregadas de piadas e críticas a alguma coisa. Tem momentos em que você ri pensa "puts, isso é coisa séria". Vou deixar abaixo algumas músicas com letras divertidas e que não carregam uma critica tensa, mas se quiserem conversar a respeito de algumas dessas músicas, pode mandar inbox lá no face ou um e-mail. Fiquem a vontade.


Este é meu corpo
E eu moro nele
Tem 31 anos e 6 meses
Ele mudou um monte desde que era novo
Fizeram um monte de coisas
que não eram para serem feitas
E eu sempre tento enchê-lo de vinho
E a coisa mais estranha nele é que
Eu passo muito tempo odiando-o
Mas ele nunca diz nada contra mim
Essa música, Rock n' Roll Nerd é muito boa e conta a história dele, de uma maneira divertida, recomendo olhar essa também e tentar perceber as críticas que ele faz. 


Enquanto seus amigos todos têm encontros
Tomam speed e bebem latas de Jim Bean
Ele fica em casa e cozinha
E lê um livro
Com a namorada que ele tem desde os dezessete
Antes de finalizar, vou deixar um link do blog Livre Pensamento, que possui 3 textos sobre o cantor, é bem interessante, quem quiser dar uma checada, basta clicar aqui.  Espero que gostem, não deixem de comentar. 

Até a próxima. 

Você pode gostar também

1 comentários

  1. Sou muito fã de músicas que tem um crítica forte e muita personalidade envolvida <3 essas dicas são sempre bem vindas
    Follow Cíntia

    ResponderExcluir

Mais acessados

Curta no Facebook

Twitter